22 de out de 2012

CAMINHO DE MESA EM CROCHÊ



Caminho de mesa em crochê, outra relíquia do crochê, receita e gráfico da revista Diana.Escaneei em duas partes o gráfico, devido o tamanho grande, espero que dê para entender. Ressalto que já crochetei há muitos anos este "naperon ", mas não o tenho mais,dei como presente para uma amiga em SP.Fica a coisa mais linda, aproveitem. 

RISCOS DE SEMANINHA - PALHACINHOS

PITANGA

MORANGOS

CEREJAS

UVAS ROSADAS

PERAS

MELANCIA E UVAS ROXAS

MAÇÃS
 Riscos semaninha dos palhacinhos, esquema de cores na postagem de 28/07/2012.

10 de out de 2012

Saudades

Há poucos minutos terminou a existência de nossa grande amiga,coloquei aqui apenas uma representação de como ela era, pois não tenho coragem de abrir este blog e a ver, é muito dolorido para mim, foram 8 anos de dedicação, fidelidade, sem nada pedir em troca a não ser o nosso carinho.Descanse em paz, minha Pitty, minha "loira" e muito obrigado por tudo.Lá no fim do meu quintal, onde vc será enterrada, plantarei uma roseira vermelha que vc, tanto gostava de " cheirar".

8 de out de 2012

Camiseta em homenagem ao Círio

Camiseta com o ícone de Na. Sa. de Nazaré, bordada á mão, por minha nora.São inúmeros os tipos de bordados e aplicações usados pelas bordadeiras de Belém, algumas luxuosas e belissímas.

História do Círio de Na. Sa. de Nazaré

Nos idos de 1700, um cabloco da terra chamado Plácido encontrou uma pequena imagem de Nossa Senhora de Nazaré ás margens do igarapé Murucutú. e a levou para sua casa. Por diversas vezes a imagem   desaparecia da casa e  aparecia ás margens do igarapé, até ser levada ao Palácio do Governo, pois a história espalhou-se no local, o que fez as autoridades tomar esta providência. Porém, Plácido construiu uma pequena capela no local do achado, desde aí a devoção a Santa começou a se espalhar e o primeiro Círio foi realizado em 8 de setembro de 1793, depois passou a ser realizada sempre no segundo domingo de outubro a partir de 1901. Hoje, seculos depois, a devoção continua, trazendo a Belém do Pará cerca de dois milhões de pessoas, que percorrem a pé, 3,6Km na procissão que é sempre matutina.. O Círio hoje é considerado o Natal dos paraenses, uma demonstração de fé, que aumenta cada vez mais e é também um símbolo de união das famílias deste Estado, pois quem está fora da terra, volta sempre neste período para se confraternizar. Na. Sa. de Nazaré é chamada aqui por muitos " apelidos " carinhosos, como "Santinha", "Naza", "Nazinha", " nossa santinha", etc.. Com certeza, aqui tem mais  pessoas com o nome de "Maria de Nazaré" do que no resto do Brasil, pois são muitas as homenagens que se presta a Santa, por promessas recebidas.

Aos amigos do blog

Por problemas de saúde, está díficl postar aqui no meu blog. São problemas que não tem cura, vou levando a vida, nada de lamentações, bola prá frente, Deus está no comando.Vou fazendo o que posso, mas devagar.Agradeço a atenção de todos, tanto de seguidores como na turma  em meu email.Abraços.